HISTÓRIA

Chamada aberta até o dia 30/11 de 2022

 

Temática/tema: Meio ambiente e dilemas do contemporâneo: temas, abordagens e teorias

Organizador:

Santiago Silva de Andrade

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2003) e doutorado em História (2010) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Realizou estágio pós-doutoral em História Ambiental no Departamento de Historia da Universidad Nacional de Colombia (Bogotá). Foi professor de História Ambiental e de História Agrária do Departamento de Educação do Campo da Universidade Federal de Rondônia - Campus de Rolim de Moura (2015-2020). Atualmente, leciona no Departamento de Administração da Universidade Federal de Rondônia. É membro do Academic Committee of Latin America - International Network of Environmental Enforcement and Compliance (INECE).

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3076111776829758

Roger Domenech Colacios (Pós-Doutor em História Ambiental pela Universidade Estadual Paulista (2017). Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (2014). Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo/USP (2009). Graduação em História pela Universidade Estadual de Londrina (2006). Docente de Metodologia e Técnica de Pesquisa (METEP) do Departamento de Fundamentos da Educação (DFE) na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Docente do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Maringá (PPH/UEM) Coordenador do Laboratório de Pesquisa em Educação e História Ambiental (LEHA) da UEM. Membro do Laboratório de História e Meio Ambiente (LABHIMA) da UNESP/Assis e do Laboratório de Pesquisa em História e Memória Social (LAHMEM) da UEL.)

Lattes:  http://lattes.cnpq.br/0041482937454960

Resumo:

Esta obra pretende reunir textos voltados para a análise dos problemas e questões concernentes ao meio ambiente, tanto em seus processos históricos, quanto em sua relação com outras dinâmicas e esferas da atividade humana, como a economia, a política e a cultura. Serão bem-vindos trabalhos na área das Ciências Humanas e Sociais, desde que ancorados em propostas de reflexões teóricas e/ou de abordagens inovadoras e críticas sobre os temas relacionados ao meio ambiente.
Palavras-chave: Meio ambiente; teoria social; ciências humanas e sociais.

Previsão para publicação: 90 dias após encerrar a chamada.

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail bordogrena@editorabordogrena.com contendo no campo "assunto" o tema para o qual o estudo será submetido.

Consulte as normas de publicação.

Chamada aberta até o dia 30/11 de 2022

 

Temática/tema: Política, justiça e administração no Brasil: abordagens sobre poder, violência e resistência sob uma perspectiva histórica (1822 a 2022)

Organizadores:

Camila Melo Silveira da Silva

(Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – PPGH/UFRGS. Mestre em História do Brasil pela Universidade Federal do Piauí (PPGHB-UFPI), e Bacharel em História pela mesma instituição.)

Lattes: http://lattes.cnpq.br/5722102434388966


Paulo Henrique Mattos de Jesus (Doutorando do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Maranhão – PPGHis/UFMA. Mestre em História pela Universidade Federal do Maranhão (PPGHis-UFMA), e Bacharel em História pela mesma instituição. Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Poderes e Instituições, Mundos do Trabalho e Ideias Políticas, ligado ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Maranhão (POLIMT/PPGHIS-UFMA), e do Grupo de Pesquisa Militares, Política e Fronteiras na Amazônia (linha de pesquisa Militares, Instituições, Guerras e Policiamento), ligado ao Departamento de História da Universidade Federal do Pará.)

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4608049610045760

Resumo:

Considerando o atual contexto político do Brasil em torno das instituições e dos sujeitos, propomos uma temática que nos convoque a refletir sobre as de caráter jurídico e administrativo no Brasil, duzentos anos após a ruptura com Portugal. Para tanto, a coleânea reunirá trabalhos que dialoguem com dimensões do direito, os “projetos de Brasil” produzidos a partir das emblemáticas codificações (FONSECA, 2006), mecanismos de criminalização do Estado para com determinados grupos étnico-raciais e sociais, e o exercício da cidadania a partir dos operadores do Direito. (GARRIGA, 2020).

Palavras-chaves: Política; Poder; Justiça.

Referências:

FONSECA, Ricardo Marcelo. A cultura jurídica brasileira e a questão da codificação civil no século XIX. In: Revista da Faculdade de Direito da UFPR, n. 44, p. 61-76, 2006. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/direito/article/view/9415

GARRIGA, Carlos. “De qué hablamos los historiadores del derecho cuando hablamos de derecho?” In: Revista Direito Mackenzie. São Paulo, v.4, n. 1,jan/abr 2020. Disponível em: http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/documentacao_e_divulgacao/doc_biblioteca/bibli_ servicos_produtos/bibli_boletim/bibli_bol_2006/Rev-Dir-Mackenzie_v.14_n.01.pdf

Previsão para publicação: 90 dias após encerrar a chamada.

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail bordogrena@editorabordogrena.com contendo no campo "assunto" o tema para o qual o estudo será submetido.

Consulte as normas de publicação.

Chamada aberta até o dia 30/11 de 2022

 

Temática/tema: Imprensa e História: possibilidades de pesquisa em História do Brasil a partir do estudo da imprensa periódica

Organizador:

Jônatan Coutinho da Silva de Oliveira (Doutorando/História Social-UFRJ)

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0242510017197807

Resumo:

O presente livro dedica-se a abrigar uma série de estudos sobre a História do Brasil Império e Republicano que tenham como fonte e/ou objeto de pesquisa a imprensa periódica. Este tema adquire cada vez mais relevância histórica na medida em que se aprofundam as diversas formas de mídia e de divulgação de notícias e informações na sociedade contemporânea. Portanto, analisar o papel e as formas de inserção da imprensa na política, na cultura, na economia e na sociedade de modo geral, passa a ser critério importante para a análise e entendimento não somente da História do Brasil, mas também para a própria compreensão do mundo contemporâneo.

Palavras-chaves: Imprensa – História do Brasil - Mídia

Público-alvo
Estudantes, pesquisadores e professores das áreas de História, Ciências Sociais, Ciência Política, Sociologia, Relações Internacionais e Comunicação/Jornalismo.

Referências:

BARROS, José D’Assunção. Fontes Históricas. Introdução aos seus usos historiográficos. Rio de Janeiro: Vozes, 2019.
CAMARGO, Julia Faria. Mídia e Relações Internacionais. Lições da Invasão do Iraque em 2003. Curitiba: Juruá, 2012.
CAPELATO, Maria Helena. Os Arautos do Liberalismo. Imprensa paulista (1920- 1945). São Paulo: Brasiliense, 1989.
COHEN, Ilka Stern. Diversificação e segmentação dos impressos. In.: LUCA, Tania Regina de; MARTINS, Ana Luiza (Orgs.). História da Imprensa no Brasil. São Paulo: Contexto, 2008.

Previsão para publicação: 90 dias após encerrar a chamada.

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail bordogrena@editorabordogrena.com contendo no campo "assunto" o tema para o qual o estudo será submetido.

Consulte as normas de publicação.