Educação

Chamada aberta até o dia  30/09 de 2021

Temática/tema: Discurso, Memória e Representação: o debate étnico-racial nos espaços midiáticos

Organizadoras:

Adeilma Machado dos Santos (Mestre em Formação de Professores - UEPB)

Lattes:  http://lattes.cnpq.br/9558961211975998

Alécia Lucélia Gomes Pereira Medeiros (Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino - UFCG)

Lattes:  http://lattes.cnpq.br/1568092275037252

Resumo:

Com esta coletânea busca-se compreender como a população negra é representada, através do imaginário presente em diversas mídias (impressas ou digitais), assim como na sua materialidade discursiva. Pensando nisso, visamos incluir pesquisas que discutam, reflitam, pensem em como as mídias condicionam determinados discursos racializados a partir da relação do sujeito com a linguagem, com a memória e com a história refletindo numa construção dos sentidos, os quais, muitas vezes, não favorecem à população negra um espaço positivo na sociedade. Neste segmento lógico, sabendo que a linguagem possui uma relação com um exterior, ou seja, com as suas condições de produção, e que estas, por sua vez, influenciam - enquanto uma memória do dizer - na textualidade, aceitamos pesquisas teóricas ou analíticas que contemplem a mídia enquanto espaço de condição de produção e representação de sentidos e de sujeitos negros, através de uma memória discursiva, atrelada às relações de identidade e de poder. Situando a nossa proposta a partir de uma perspectiva transdisciplinar, a presente coletânea prevê o acolhimento de trabalhos relacionados à História, Sociologia, Linguística, Literatura, Arte, Direito, Publicidade que, de algum modo, promovam reflexões acerca de Identidade, Cultura, Violência e Racismo, sendo categorias necessárias para pensarmos n(a) mídia enquanto lugar de produção de discursos e movimentação de identidades, tornando-se um campo fértil para as análises e discussões acerca da população negra na sociedade brasileira hoje. Essa proposta fundamenta-se a partir dos estudos da Análise de Discurso Francesa, de Michel Pecheux e Foucault, com a língu(agem); da discussão acerca das identidades, cultura e representação, com Stuart Hall; assim como busca estabelecer um diálogo com as novas produções teórico-acadêmicas de autores e autoras contemporâneos, a exemplo de Grada Kilomba, Djamila Ribeiro, Kabengele Munanga, Abdias do Nascimento entre outros. Deste modo, os trabalhos aceitos para esta coletânea devem dialogar com os autores acima citados, contudo, possuem total liberdade para apresentarem outras possibilidades que ampliem as discussões aqui propostas.

Palavras-chave: Discurso. Memória. Representação. Debate étnico-racial. Mídias.

Previsão para publicação: 90 dias após encerrar a chamada.

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail bordogrena@editorabordogrena.com contendo no campo "assunto" o tema para o qual o estudo será submetido.

Consulte as normas de publicação.

Chamada aberta até o dia  31/10 de 2021

Temática/tema: Multiletramentos: concepção teórica e práticas exitosas efetivas

Organizadoras:

Jurene Veloso dos Santos Oliveira (Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Língua e Cultura - UFBA)

Lattes: http://lattes.cnpq.br/3352370991684031

Moanna Brito Seixas Fraga (Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Língua e Cultura - UFBA)
Lattes: http://lattes.cnpq.br/1362761063032646

Nelma Teixeira da Silva (Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Língua e Cultura - UFBA)

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0883575572431040

Resumo:

Pretende reunir artigos que discutam e teçam análises críticas sobre os Multiletramentos,  conceito originariamente proposto pelo New London Group (1996), e difundido largamente aqui no Brasil, especialmente por Roxane Rojo (em várias obras),  permeando questões que envolvem a educação, especialmente no que remete ao ensino e a aprendizagem de Língua Portuguesa. Serão aceitos também artigos que tratem acerca dos letramentos e dos Novos Letramentos (Kleiman, 1995, 2007, 2008; Soares, 2002, 2005; Street, 2014), dentre outros autores basilares. Por fim, serão aceitos artigos que apresentem relatos de experiências com práticas envoltas nos Multiletramentos, abarcando, a prori a pluralidade cultural e a diversidade de linguagens subjacentes (Rojo, 2012).

Palavras chaves: Multiletramentos. Práticas multiletradas. Letramentos

Partes:

  1.  Multiletramentos: aspectos conceituais e alcance epistemológico

  2.  Letramentos e Novos Estudos do Letramento

  3.  Práticas multiletrada: relatos de experiências

Previsão para publicação: 90 dias após encerrar a chamada.

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail bordogrena@editorabordogrena.com contendo no campo "assunto" o tema para o qual o estudo será submetido.

Consulte as normas de publicação.

Chamada aberta até o dia  31/10 de 2021

Temática/tema: Processos de Identificação: Conversas com o Campo Curricular

Organizadoras:

Profa. Me.Sabrina Guedes (Sec. De Educação do Rio de Janeiro)

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0769178364467039

Mônica Ramos da Costa Macedo (Mestranda em Educação – UERJ)
Lattes: http://lattes.cnpq.br/3010438103960507

Resumo:

A contemporaneidade vem apresentando questões que marcam a complexidade dos fatos sociais em todas as esferas da sociedade.  Teóricos como: Ernesto Laclau, Chantal Mouffe, Jacques Derrida, Stephen Ball, Stuart Hall e Sigmund Baumann, nos possibilitam uma outra visão do que chamamos realidade e de seus processos de significação. Tal visão privilegia o caráter contingencial de movimentos, ações, em torno do conhecimento, trazendo para as suas análises as contribuições de vários campos, fundamentalmente, a Filosofia, a Psicanálise e a Linguística. Diante desse cenário e dessa perspectiva, a questão da identidade entra num processo de descentramento constituindo uma provisoriedade onde as certezas não comportam mais uma definição única, fixa e acabada.  Oportunizamos esse espaço de diálogo para as investigações e suas relações com os processos de identificação e o campo curricular. Acreditamos no valor da discussão entre pares e o seu fortalecimento com contribuições que possam refletir o nosso contínuo movimento de pesquisas sobre essa proposta.

 

Palavras-chave: Identificação; Campo Curricular; Processos de Significação

Previsão para publicação: 90 dias após encerrar a chamada.

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail bordogrena@editorabordogrena.com contendo no campo "assunto" o tema para o qual o estudo será submetido.

Consulte as normas de publicação.

Chamada aberta até o dia  30/11 de 2021

Temática/tema: 100 anos de Paulo Freire: o legado da esperança na Educação

Organizadoras:

Nathália Cristina Amorim Tamaio de Souza (UNICAMP) 

Lattes: http://lattes.cnpq.br/9265421109151956

Resumo:

É tempo de esperançar... 

Neste ano de 2021,  Paulo Freire  (1921 – 1997), um dos mais influentes educadores brasileiros completaria 100 anos. O centenário coincide com um dos períodos históricos mais turbulentos do país e do mundo, que tem fragilizado diferentes esferas da sociedade, inclusive a escolar; um momento de incertezas, inseguranças e profundas perdas. Apesar disso – e, justamente por isso –, é também o momento em que mais se faz necessário manter acesa a chama da esperança: não aquela esperança do verbo esperar, mas a do esperançar!  

Convidamos a todos e todas que desejam esperançar dias melhores na Educação para se juntarem a nós nesta edição comemorativa do legado de Paulo Freire. Serão acolhidos textos (artigos ou relatos de experiência) que tematizem a educação na perspectiva freiriana, circunscritos em um dos seguintes eixos: 

  • Vida e obra do autor; 

  • A atualidade das ideias de Paulo Freire em 2021; 

  • Contribuições do pensamento freiriano para a formação e o trabalho docente; 

  • Paulo Freire e a alfabetização 

Previsão para publicação: 90 dias após encerrar a chamada.

Os trabalhos deverão ser enviados para o e-mail bordogrena@editorabordogrena.com contendo no campo "assunto" o tema para o qual o estudo será submetido.

Consulte as normas de publicação.